A minha sobrinha Neusa

Escrever sobre as pessoas não é fácil, as pessoas são o que são, além de voláteis,

certas pessoas são orgulhosas, algumas maliciosas e más, outras  imprevisíveis.

Hoje quero expressar gratidão a uma pessoa que se assemelha a uma fortaleza,

tem um sorriso lindo, por vezes tímido, tem uma atitude que beira a auto defesa

quando se espera dela mais do que cordialidade, porque a vida lhe desferiu golpes

duros, no seu pleno sentido, eu quis ser amiga, tendo sido a pior inimiga em golpes

de misericórdia mal entendidos e mal interpretados! Podemos dizer que é passado

e que quem vive no passado é museu… Porém quando as questões não são colocadas

e compreendidas, a mágoa segue minando a amizade e reprimindo o amor, apanhado

incerto, quero dizer, perguntando:  devo amar, devo ignorar, devo com dor dar estocadas

ou simplesmente aceitar que errar é humano e que assumido o erro podemos radiantes

sorrir e abraçar a nova fase da vida e das circunstâncias? Eu sei que teu coração é bom,

eu sei quão belas são as melodias que no teu pensamento se formam no pensar errante,

porque para ti a vida ganhou forma, a rotina ganhou sentido, o esforço tornou-se dom!

Quem dera apagar a amargura que teus olhos por vezes transmitem, quem dera sim!

Quem dera colorir teus dias com sorrisos calorosos mesmo distante, quem dera sim!

Quem dera compreender a essência linda do teu coração figurativo, quem dera sim!

Quem dera poder transmitir que o meu coração é puro para contigo, quem dera sim!

 

Dedico este poema à minha sobrinha Neusa Patrícia Riça dos Santos em agradecimento por todos os seus atos bondosos para comigo.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s