Contemplando a natureza

Profundo… obrigada!

Beija-flor Cigano

Contemplando a Natureza

Sentado a margem da cachoeira,
À tardinha.
Observo a queda d’água,
Caindo e escorrendo por entre as pedras.

Ouço o barulhinho mágico desse
Elemento purificador e os cantos
Dos passarinhos vindos da mata verde…
Um encanto!

Quanta beleza a contemplar
Na divinal natureza!…
Inesgotável!

Deixo fluir meus pensamentos,
Elevando-os ao céu,
Enquanto uma chuva fina, passageira,
Cai devagarinho, molhando meu corpo,
Regando a flor de minha alma.

Oh! Quão belo é o arco-íris colorido,
Com sua ponta reluzente cruzando
Sobre o espelho d’água!

Surge o Astro-Rei, após a chuva.
Infinda é a contemplação,
Agora com o pôr do sol,
Com seu manto rubro…
E na cadência da inspiração,
A poesia pulsa;
Serena, em meu coração!

Elias Akhenaton.

Ver o post original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s