É hora de partir

Profundo!

olhos1

Eu estou saindo, tudo bem? Dando o fora, desistindo, jogando a toalha. Chame como você quiser. Eu só preciso sair daqui, dessa situação e de você. Conosco não vai ter a pergunta clássica do “quer pão” enquanto eu vou colocando uma mochila nas costas, fingindo que volto no final do dia ou da semana ou nunca mais. Não vai ter o famoso aviso de que o leite acabou no café da manhã e nem a desculpa do cigarro para encobrir que eu coloquei minhas coisas no carro, não volto. Então, finge que você já sabia que eu iria e, por favor, não force um gesto de surpresa. Sair de você é mais simples do que ir embora de algum lugar físico e concreto, como uma casa. Mas ao mesmo tempo é tão mais doloroso. É só me silenciar e você não vai perceber, não vai sentir falta, a pior parte de ir embora de você…

Ver o post original 568 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s